Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Consumo médio de electricidade com maior quebra em 20 anos

O consumo médio de electricidade teve em Janeiro a maior quebra das últimas duas décadas, segundo dados da Redes Energéticas Nacionais (REN) divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

17 de Fevereiro de 2012 às 14:58
Pico de consumo de electricidade do Inverno foi atingido no início deste mês
Pico de consumo de electricidade do Inverno foi atingido no início deste mês FOTO: D.R.

De acordo com os números do INE, o consumo reduziu-se 6,3 por cento em Janeiro deste ano, por comparação com o mesmo mês de 2011, confirmando uma tendência de aceleração na quebra do consumo de electricidade desde o aumento da respectiva taxa de IVA.

Estes dados referem-se ao consumo médio de energia eléctrica em dias úteis, e são corrigidos dos efeitos da temperatura.

O INE apresenta os números como médias móveis de três meses, o que permite reduzir efeitos de variações episódicas. Esta série estatística começou a ser calculada em 1992, e a quebra de Janeiro deste ano foi a maior desde então.

Para o total de 2011, a queda no consumo de energia foi 2,2 por cento relativamente ao ano anterior. No entanto, a taxa homóloga de quebra foi acelerando nos últimos meses do ano, sobretudo a partir de Outubro, data em que entrou em vigor um aumento do IVA sobre a electricidade, que passou da taxa intermédia (13 por cento) para a taxa máxima (23 por cento).

Segundo números da REN, o pico de consumo de electricidade deste Inverno foi atingido no início deste mês, devido a uma vaga de frio vinda da Sibéria.

Mesmo assim, estes valores estavam abaixo dos máximos verificados no pico do Inverno de 2010/2011, indicando uma retracção no consumo, revela a REN.

Electricidade Energia Crise Quebra Consumo Luz REN INE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)