Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Contrato milionário

A REN, a empresa de capitais maioriamente públicos, que gere a rede eléctrica nacional, vai contratar uma directora de Comunicação e Marketing a ganhar 8500 euros por mês, um valor superior ao salário do Presidente da República, apurou o Correio da Manhã. A contratação de Margarida Ferreirinha, que terá ainda direito a um automóvel até 50 mil euros, insere-se numa estratégia de renovação das direcções de primeira linha da empresa, apurou o CM junto de fonte conhecedora do processo.
2 de Fevereiro de 2011 às 00:30
Rui Cartaxo é o presidente da empresa que gere a rede eléctrica nacional
Rui Cartaxo é o presidente da empresa que gere a rede eléctrica nacional FOTO: António Cotrim/Lusa

A nova directora, que ocupava a mesma função no Banco Barclays, vai integrar um departamento que conta com dois directores, um com o pelouro da Comunicação e outro de Marketing, e três funcionários.

Recorde-se que a empresa, que tem três funcionários indiciados no processo ‘Face Oculta’ para além do seu ex-presidente José Penedos, vai cortar nos prémios atribuídos aos gestores, para além de uma diminuição nas despesas correntes. A REN, gerida por Rui Cartaxo, tem mesmo um programa de redução de custos, que em termos globais já atingiu os 10 por cento da massa salarial, ainda de acordo com a mesma fonte.

A Parpública e a CGD são os principais accionistas da REN, que tem como principal accionista privado a Logoplaste, de Filipe de Botton e Alexandre Relvas.

REN QUADROS CONTRATOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)