Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Contribuintes pagam ‘buraco’ de Vieira de 45,6 milhões de euros

Fundo de Resolução, entidade pública acionista do Novo Banco (NB), cobriu as perdas do NB com os créditos do BES à Imosteps.
António Sérgio Azenha 22 de Janeiro de 2022 às 01:30
Conteúdo exclusivo para Assinantes Assine já Se já é assinante faça LOGIN
Exclusivos
Vieira queria vitórias do Benfica para adeptos ignorarem notícias de dívidas ao Novo Banco
Os contribuintes pagaram as perdas do NB com os créditos da Imosteps, empresa de Luís Filipe Vieira, no valor de 45,69 milhões de euros. O ‘buraco’ da empresa de Vieira foi coberto pelo Fundo de Resolução (FdR), entidade pública que detém cerca de 25% do capital social do NB. No processo Operação ‘Cartão Vermelho’, no qual Vieira é o principal arguido, o Ministério Público (MP) alega que a forma como o NB tratou os créditos da Imosteps indicia um comportamento lesivo para os interesses do Estado e quer apurar todos os contornos das operações relacionadas com a Imosteps.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

O CM+ oferece máscaras aos seus assinantes.

Ver Mais

10 - Palavras Cruzadas, Sudoku, Sopa de Letras, Anagramas e muito mais. Faça já download do eBook.

Ver Mais

9 - Palavras Cruzadas, Sudoku, Sopa de Letras, Anagramas e muito mais. Faça já download do eBook.

Ver Mais

Livro “Grandes Operações da Grande Guerra Colonial. Portes incluídos

Ver Mais

Hotel Pantanha - Caldas de Felgueiras: 2 Noites com Pequeno-almoço, Acesso a Piscina e Jacuzzi e VIP de Boas Vindas por 85€. Inspire, Expire e Viva!

Ver Mais