Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Cortes em julho no Millenium BCP

Reduções salariais para trabalhadores do BCP.
6 de Maio de 2014 às 15:04
Nuno Amado apresentou as contas do 1.º trimestre
Nuno Amado apresentou as contas do 1.º trimestre FOTO: josé sena goulão/lusa

Os cortes salariais no BCP, entre 3% e 11% para os trabalhadores que recebem acima de mil euros, entram em vigor "em junho ou julho". "Mais provavelmente em julho", admitiu ontem o presidente executivo do BCP, Nuno Amado.

Já o programa de rescisões amigáveis e o programa de reformas antecipadas para trabalhadores entre os 57 e 59 anos, outro dos pontos essenciais ao corte de custos acordado entre o BCP e Bruxelas no âmbito do programa de reestruturação, só serão implementados "no final do verão".

No primeiro trimestre, o banco reduziu os custos com pessoal em 3,5%, para os 160 milhões de euros. Mas em Portugal a quebra foi de apenas 4 milhões, para 106 milhões. Nos primeiros três meses do ano, o banco de Nuno Amado teve prejuízos de 41 milhões.

Millenium BCP Nuno Amado julho junho cortes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)