Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

CP compra todos os activos

A CP está interessada na compra de todos os activos da antiga fábrica da Bombardier na Amadora e já pediu aos seus responsáveis para lhe apresentarem uma proposta, que até agora ainda não surgiu.
10 de Março de 2005 às 00:00
A garantia foi dada ontem por António Ramalho, presidente da CP, aos trabalhadores daquela fábrica que lutam pelos seus postos de trabalho.
De acordo com António Tremoço, do Sindicato dos Metalúrgicos, a CP aproveitou a reunião que ontem manteve com os trabalhadores da fábrica da Amadora para enviar uma mensagem aos responsáveis da Bombardier manifestando-se disponível para uma reunião nos próximos quatro dias, para tentar resolver a situação. “A CP pediu, porém, que essa reunião seja com um responsável europeu da Bombardier, uma vez que os portugueses já mostraram não terem capacidade de negociação”, referiu António Tremoço.
Os trabalhadores, que ontem rebereram a visita de Jerónimo de Sousa, querem manter a fábrica em funcionamento e evitar a saída da maquinaria que se encontra no seu interior. Com esta vigília, os operários têm impedido a entrada na fábrica dos técnicos italianos enviados pela administração para desmontar as máquinas e prometem impedir a saída de todo o equipamento, caso estes técnicos consigam entrar nas instalações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)