Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Crédito à habitação é o mais alto numa década

Bancos emprestaram no primeiro semestre de 2019 4,9 mil milhões de euros para compra de casa.
João Maltez 14 de Agosto de 2019 às 09:43
A carregar o vídeo ...
Bancos emprestaram no primeiro semestre de 2019 4,9 mil milhões de euros para compra de casa.
As famílias portuguesas obtiveram, no primeiro semestre de 2019, um montante global em empréstimos para compra de casa na ordem dos 4,9 mil milhões de euros, revelou esta terça-feira o Banco de Portugal. Será preciso recuar quase uma década para encontrar, no período em apreço, um volume de novos créditos à habitação (quase 5,2 mil milhões de euros em 2010) superior ao registado entre janeiro e junho deste ano.

De acordo com os dados do BdP, em maio último o conjunto dos novos créditos para comprar casa ascendeu a 927 milhões de euros. Embora no mês seguinte se tenha registado um decréscimo nos empréstimos concedidos (849 milhões de euros), no acumulado do semestre houve uma subida de 3,3% face ao mesmo período de 2018: de 4,7 mil milhões de euros cresceu para os já referidos 4,9 mil milhões de euros.

Estes valores retomam a tendência do período pré-crise financeira - em 2009 os bancos concederam 4,3 mil milhões em crédito à habitação -, o que contraria as recomendações do Banco de Portugal para que as instituições financeiras sejam mais prudentes na atribuição de empréstimos.

Se na habitação os bancos continuam a acelerar na concessão de crédito às famílias, nos empréstimos para consumo foi registada uma baixa de 2,6% no primeiro semestre deste ano, para 2279 milhões de euros.

Empréstimos até um milhão registam queda
O montante global dos novos empréstimos concedidos às empresas no passado mês de junho ascendeu a 1445 milhões de euros nas operações até um milhões de euros, contra 1655 milhões de euros em maio e 1545 milhões de euros em junho de 2018, revelou esta terça-feira o Banco de Portugal.

Já nos créditos superiores a um milhão de euros, em junho foram concedidos às empresas pelas instituições financeiras 1199 milhões de euros, o que compara com 986 milhões no mês anterior e 1117 milhões de euros em junho de 2018.
Banco de Portugal economia negócios e finanças banco central serviços financeiros banca
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)