Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Défice da balança comercial agravado

O défice da balança comercial extracomunitária registou um forte agravamento do primeiro trimestre do ano, face a período igual de 2007, devido à subida das importações de combustíveis e produtos alimentares.
9 de Junho de 2008 às 12:42
Défice da balança comercial agravado
Défice da balança comercial agravado

De acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o saldo entre exportações e importações é negativo e passou de 1.045,3 milhões de euros no primeiros trimestre de 2007 para 1.789,5 milhões de euros nos primeiros três meses deste ano.

As importações de combustíveis e lubrificantes constituem a maior fatia no défice da balança comercial, tendo registado uma subida de 70,3 por cento, face a igual período de 2007.

No total, as importações cresceram 32,4 por cento e atingiram 4.091 milhões de euros.

Já o crescimento das exportações cresceu apenas 12,5 por cento, para um total de 2.301,5 milhões de euros.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)