Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Défice deverá ficar "abaixo" dos 4,3%, antecipa o Ministério das Finanças

Défice em contas nacionais em 2021 deverá ficar significativamente melhor face a 2020 (5,8%), refere o ministério.
Lusa 27 de Janeiro de 2022 às 16:41
João Leão, ministro das Finanças
João Leão, ministro das Finanças FOTO: Reuters
O Ministério das Finanças antecipa que o défice em contabilidade nacional, a que conta para as comparações internacionais, deverá fixar-se abaixo da meta de 4,3% prevista para 2021.

"A evolução do saldo em contabilidade pública permite antecipar que o défice em contas nacionais em 2021 deverá ficar significativamente melhor face a 2020 (5,8%) e abaixo do limite estabelecido para 2021 (4,3%), cumprindo-se assim, pelo sexto ano consecutivo, as metas orçamentais", refere o ministério tutelado por João Leão, em comunicado divulgado esta quinta-feira.

O Governo anunciou hoje que o Estado fechou o ano de 2021 com um défice em contabilidade pública de 8.794 milhões de euros, uma melhoria de 2.862 milhões de euros em comparação com 2020, resultado do crescimento da receita de 9,3%, superior ao crescimento da despesa de 5,2%.

Ministério das Finanças economia negócios e finanças macroeconomia orçamento
Ver comentários