Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Depósitos a prazo perdem benefícios fiscais

O Governo decidiu extinguir os benefícios fiscais dos depósitos e certificados de depósito de prazo superior a cinco anos. A consequência imediata deve passar pela descida das taxas de juro oferecidas pelos bancos.
17 de Outubro de 2011 às 18:09
O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, entregou Orçamento de Estado
O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, entregou Orçamento de Estado FOTO: Vítor Mota

Os depósitos a cinco anos gozam actualmente de um desconto de 20 por cento na taxa e IRS que recai sobre o juro pago pelo banco. Como o imposto é cobrado a taxas liberatórias, o incentivo é dado pelos bancos através da taxa de juro, aumentando a remuneração líquida dos clientes. Com o fim do benefício, as instituições bancárias devem baixar as taxas de juro aos clientes.

As novas regras serão só aplicadas aos novos contractos, ficando salvaguardados todos os depósitos já registados.

orçamento de estado depósitos bancos juros taxas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)