Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Desemprego nos 7,6%

A taxa de desemprego atingiu os 7,6 por cento no final de 2008, o que representa um desagravamento face aos 8 por cento de 2007, de acordo com dados do INE, ficando aquém das previsões do próprio Governo. As centrais sindicais dizem que os dados já não reflectem a situação actual.

18 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Vieira da Silva não ficou surpreendido com os números
Vieira da Silva não ficou surpreendido com os números FOTO: Mário Cruz, Lusa

"Não quer dizer que os problemas estejam ultrapassados, mas este valor significa que 2008 teve um comportamento mais favorável do que alguns analistas previam", considerou o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, após a divulgação dos resultados.

Já José Sócrates , considerou os números animadores. "Estes números dão a indicação de que, apesar de tudo, a nossa economia continua a progredir e a criar emprego", sustentou o chefe do Executivo.

437,6 MIL

Era o número de pessoas em situação de desemprego no quarto trimestre do ano passado, segundo o INE.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)