Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Despedimentos na VW

O presidente da Volkswagen, Bernd Pischetsrieder, anunciou ontem uma redução de postos de trabalho na Alemanha, numa altura em que se retomam as negociações salariais, em Palmela, entre a administração da AutoEuropa e a comissão de trabalhadores.
6 de Setembro de 2005 às 00:00
A Volkswagen vai suprimir dez mil postos na Alemanha
A Volkswagen vai suprimir dez mil postos na Alemanha FOTO: José Barradas
Os trabalhadores da AutoEuropa têm os salários congelados há dois anos e pedem cinco por cento. A administração ainda não apresentou qualquer proposta mas já pediu à comissão de trabalhadores para que justificassem as suas reivindicações.
Entretanto, e apesar do aumento de vendas, o presidente da Volkswagen anunciou ontem, na fábrica de Wolfsburg, a redução dos postos de trabalho na Alemanha. A Volkswagen alega que há “excesso de mão-de-obra de vários milhares de trabalhadores nas fábricas alemãs, em particular em Wolfsburg”.
Segundo o semanário Der Spiegel, o grupo prevê suprimir dez mil dos 103 mil postos na Alemanha.
O presidente do grupo afirmou que a produção do jipe Marrakesch em Wolfsburg asseguraria um milhar de postos de trabalho na fábrica histórica do grupo. Mas o conselho de estratégia do produto propôs a produção do jipe na AutoEuropa e a administração alemã afirmou que a produção do Marrakesch só irá para Wolfsburg se a sua produção for integrada na filial ‘Auto 5000’, que tem salários 30 por cento inferiores aos dos restantes trabalhadores de Wofsburg.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)