Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Diploma que cria Banco de Fomento em vigor no prazo de 40 dias

Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei pa a medida que visa para mitigar os efeitos da pandemia.
Lusa 13 de Agosto de 2020 às 14:58
Pedro Siza Vieira
Pedro Siza Vieira FOTO: Pedro Catarino
O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que cria o Banco Português de Fomento, que entrará em vigor no prazo de 40 dias úteis, anunciou o ministro de Estado e da Economia, Siza Vieira.

No final da reunião do Conselho de Ministros, Siza Vieira afirmou que após a autorização da Comissão Europeia, a 4 de agosto, o Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que cria o Banco Português de Fomento, para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19.

O diploma "entrará em vigor no prazo de 40 dias úteis" e nesse prazo será tomado "um conjunto de formalidades" necessárias para o arranque da atividade da instituição no terceiro trimestre do ano, disse o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

Conselho de Ministros Banco Português de Fomento Siza Vieira economia negócios e finanças transportes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)