Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Dívida leva 40% do rendimento

Em 13 por cento das famílias com créditos, os encargos com a dívida ultrapassam os 40 por cento do rendimento. Números preocupantes quando o INE revela que em Portugal 40 por cento das famílias estãoendividadas.
26 de Maio de 2012 às 01:00
A compra de casa é o que mais pesa nos créditos familiares
A compra de casa é o que mais pesa nos créditos familiares FOTO: Ricardo Reis

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) e Banco de Portugal, ontem revelados, mas que se referem a 2010, mostram ainda que das famílias endividadas, cerca de 25 por cento têm hipotecas. "A dívida hipotecária associada à residência principal tem um peso dominante na dívida das famílias, cerca de 80 por cento", escreve o INE.

O valor médio da dívida das famílias portuguesas é de 31,7 mil euros. A seguir à hipoteca, as maiores dívidas prendem-se com empréstimos não garantidos (13 por cento) e débitos associados a cartões de crédito ou descobertos bancários (oito por cento). A riqueza líquida aumenta com a idade da pessoa até à faixa etária que precede a reforma (65 anos). Depois da aposentação, o património médio reduz-se, de acordo com o INE/Banco de Portugal, que acrescenta que a classe mais rica de Portugal, por rendimento monetário médio, tem uma riqueza líquida de 511 mil euros. Um valor que compara com os 69,7 mil euros detidos pela classe com menores rendimentos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)