Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Dívidas de clubes pagam serviços

O Instituto do Desporto de Portugal (IDP) desviou dois milhões de euros de receitas do Plano Mateus que eram devidas à secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais (SEAF), para pagar a fornecedores. A somar a isso, as dívidas não contabilizadas do IDP ascendem a 6,78 milhões de euros.
24 de Agosto de 2011 às 00:30
Miguel Relvas afirmou no Parlamento que encontrou facturas “numa sala”
Miguel Relvas afirmou no Parlamento que encontrou facturas “numa sala” FOTO: José Sena Goulão/Lusa

Segundo apurou o CM, desde Janeiro de 2010 que o IDP não transfere para a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais as verbas que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa remete mensalmente, relativas à promoção e desenvolvimento do Futebol, através dos jogos sociais. Dessas receitas, 80% destinam-se ao pagamento das dívidas fiscais dos clubes de futebol.

Ao todo, o IDP tem por liquidar junto da secretaria de Estado 2 008 192 euros. Esta importância "foi indevidamente canalizada e utilizada para pagamentos diversos, dos quais se destacam os pagamentos a fornecedores e contratos-programa, por instruções do anterior presidente [Luís Sardinha]", lê-se num documento a que o CM teve acesso.

Apesar de o Departamento de Recursos Financeiros e Patrimoniais do IDP ter emitido as necessárias autorizações de pagamento para Luís Sardinha, desde o início de 2010 que o presidente não as assinava.

Um levantamento feito pelo actual Governo, detectou ainda um total de 6,78 milhões de euros de dívidas do IDP por contabilizar. Em causa estão débitos junto de 176 fornecedores (ver quadro). O ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, adiantou que as facturas vão ser enviadas para o Ministério Público e Tribunal de Contas. O ex-secretário de Estado Laurentino Dias, que tutelava o IDP, recusou a existência dessa dívida.

SUSPEITAS DE ILEGALIDADE EM ADJUDICAÇÃO

A empresa que fiscaliza as contas do Instituto do Desporto de Portugal (IDP) – Pedro Roque & Crisóstomo Real – terá contratado indevidamente os serviços de outra empresa. Além de partilhar domicílio social com a Wining Ways, empresa adjudicada, os representantes legais das empresas partilham o apelido Roque. O Governo está a analisar a situação.

IDP DIVIDAS INSTITUTO DO DESPORTO DE PORTUGAL FISCO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)