Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Durão Barroso apela a unidade da Grécia

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, fez e um apelo "muito urgente e sentido" à unidade nacional e política na Grécia, advertindo que uma rejeição do plano de ajuda pelos cidadãos gregos teria "consequências impossíveis de prever".
2 de Novembro de 2011 às 14:40
Durão Barroso faz apelo a povo grego
Durão Barroso faz apelo a povo grego FOTO: Olivier Hoslet/Epa

Numa declaração feita à chegada a Cannes (França), palco de uma reunião do G20, e divulgada em Bruxelas, José Manuel Durão Barroso aponta que o pacote de medidas abrangentes acordadas no seio da União Europeia para apoiar a Grécia só pode ser implementado se houver estabilidade no país.  

"Sem o aval da Grécia ao programa da União Europeia e do FMI, as condições para os cidadãos gregos tornar-se-iam muito mais dolorosas, em particular para os mais vulneráveis. As consequências seriam impossíveis de prever", adverte o presidente do executivo comunitário.  

Durão Barroso exorta, por isso, o governo e os líderes políticos da Grécia a mostrar que "estão prontos para trabalhar em prol da unidade política nacional" e com vista a angariar o "apoio amplo necessário para a implementação do programa".  

Lembrando que Bruxelas tem vindo a apelar a este apoio amplo desde o início da crise, o presidente da Comissão conclui apontando que "se este apoio era importante ontem, é absolutamente crucial hoje".  

durão barroso união europeia grécia referendo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)