Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

É PRECISO DEFINIR PRIORIDADES

Se no passado, a “época de um fruto” era um conceito fácil de definir, neste momento o consumidor acabou por perder em larga medida essa noção. Com efeito, a chamada globalização faz com que, hoje em dia, em qualquer época do ano, se possam adquirir produtos provenientes de quase todo o mundo, subvertendo a lógica das épocas de produção.
25 de Maio de 2003 às 00:00
Por outro lado, os gostos dos consumidores também se foram modificando, sendo curioso constatar a concorrência que os frutos tropicais fazem às nossas maçãs ou peras, por exemplo.
Apesar deste facto, Portugal, possui condições de solo e clima para, em alguns produtos, poder antecipar a sua produção, aliás à semelhança de quase todos os países da bacia mediterrânea.
A este nível, os acordos preferenciais estabelecidos pela União Europeia, sobretudo com os países do Magreb (altamente competitivos em termos de preços devido ao baixo custo da mão-de-obra), levaram a que se torne cada vez mais difícil aproveitar as potencialidades naturais que o nosso país dispõe. Produzir fora de época, implica quantidade, elevados investimentos em infra-estruturas e ser competitivo em termos de preço e qualidade.
Se esta última existe, torna-se cada vez mais difícil observar as outras condições não só pela elevada descapitalização existente nos agricultores, como pela escassez e elevados custos que a mão-de-obra tem na UE em geral e no nosso país em particular. Por outro lado, o défice organizacional existente em Portugal faz com que seja extremamente difícil concentrar as quantidades necessárias que o mercado actual exige, criando-se economias de escala que permitam efectivamente fazer face aos elevados custos que uma produção fora de época impõe.
Hoje em dia, mais do que nunca, urge aproveitar as reais potencialidades agrícolas que temos, mas condições edafo-climáticas não chegam. Produzir frutos fora de época pode eventualmente ser uma boa alternativa; no entanto, é preciso sobretudo estruturação, planificação e que sejam estabelecidas prioridades por parte das entidades oficiais, para que essas mesmas condições possam ser aproveitadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)