Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Economia paralela regista aumento de mil milhões

Fuga aos impostos atinge 44 mil milhões de euros.  
26 de Setembro de 2013 às 01:00
Crise fez disparar a economia paralela em Portugal
Crise fez disparar a economia paralela em Portugal FOTO: Getty Images

O índice da economia paralela em Portugal aumentou, passando de 25,49% em 2011 para 26,74% em 2012, revelou ontem Óscar Afonso, do Observatório de Economia e Gestão de Fraude, da Faculdade de Economia do Porto, na apresentação do estudo ‘Economia não Registada’.

Em termos absolutos, o aumento para 44,183 mil milhões de euros, metade do valor do empréstimo da troika, foi na ordem de 992 milhões de euros, "suficientes para pagar um mês de salários da Função pública" afirmou Óscar Afonso.

As causas do aumento são a carga fiscal, as contribuições para a segurança social e a taxa de desemprego. "Se as empresas pagassem o devido, os cidadãos pagariam menos de 2000 euros de impostos por ano", afirma.

Óscar Afonso economia paralela impostos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)