Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

EDP, PT e Galp acentuam perdas após anúncio do fim das 'golden shares'

As acções da EDP, da Portugal Telecom e da Galp Energia acentuaram as perdas, após o anúncio do Governo sobre o fim dos direitos especiais do Estado enquanto accionista destas empresas privadas.
5 de Julho de 2011 às 15:07
bolsa, edp, pt, galp, golden share, conselho de ministros, executivo, estado
bolsa, edp, pt, galp, golden share, conselho de ministros, executivo, estado FOTO: Pedro Elias/Jornal de Negócios

Pelas 14h30, a Galp depreciava 0,46 por cento para 5,89 euros, e a Portugal Telecom perdia 1,45 por cento para 14,44 euros. Já a EDP, contrariava a tendência de abertura, ao perder 0,20 por cento para 2,17 euros.

Poucos minutos após a abertura da bolsa de Lisboa, esta manhã, a Portugal Telecom destacava-se pela negativa ao cair 0,39 por cento para 6,89 euros, o mesmo se passando com a Galp Energia ao deslizar 0,28 por cento para 16,21 euros.

A contrariar as quedas em Lisboa estava a eléctrica liderada por António Mexia que recuperava 0,47 por cento para 2,55 euros.

O Conselho de Ministros aprovou ao início da tarde o fim dos direitos especiais na EDP e GALP Energia e da 'golden share' na Portugal Telecom, direitos especiais do Estado enquanto accionista de empresas privadas, uma medida prevista no âmbito do memorando de entendimento entre a 'troika' e o Estado português.

O memorando de ajuda externa impõe a eliminação até Julho deste ano de todos os direitos especiais do Estado português em empresas cotadas.

O Programa do XIX Governo, que na sexta-feira passou sem votação no Parlamento, estabelece igualmente como compromisso a eliminação dos direitos especiais do Estado enquanto accionista.

Assim, o PSI 20, principal índice da bolsa portuguesa, seguia a cair, às 14h35, 0,68 por cento para 7.349,55 pontos.

bolsa edp pt galp golden share conselho de ministros executivo estado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)