Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Eduardo Lourenço: "País tem capacidade de reagir positivamente"

O filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço disse esta sexta-feira que Portugal "tem capacidade para reagir positivamente" a todas as pressões de que tem vindo a ser alvo.
7 de Outubro de 2011 às 14:13
Eduardo Lemos falou à margem do congresso internacional 'Manuel da Fonseca' na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Eduardo Lemos falou à margem do congresso internacional 'Manuel da Fonseca' na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa FOTO: Sérgio Lemos

"Portugal acabou por ser vítima das circunstâncias, não só de nós próprios, de algum modo. Certas coisas que nós devíamos ter feito, provavelmente a tempo, e não fizemos, mas eu penso que o País tem capacidade de reagir positivamente a todas estas pressões que estão a ser imposições normais", uma vez que "nós contraímos dívidas que não devíamos ter contraído como outros países".

O pensador, que falou à margem do congresso internacional ’Manuel da Fonseca’ na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, revela-se "preocupado" com o estado do País e mostrou-se confiante quanto ao futuro: "A Europa não pode naufragar e nós somos europeus também não podemos naufragar".

Quando questionado sobre se considerava possível continuar a construir sobre o mesmo paradigma que tem sido seguido até à actualidade, Lourenço afirma não ter uma perspectiva federalista da Europa e defende antes uma "confederação um pouco como a Suíça tem" porque "é melhor do que ter outra vez uma Europa partida aos bocados".

Se a Europa "não tem uma entidade mínima então, naquilo que foi no passado e será no futuro, desaparece do mapa e nós passamos a ser umas Honduras quaisquer ou um Tahiti sem grande significado realmente neste mundo", e se "dominou a História do mundo durante séculos não vai afundar-se assim" acrescentando que "se a Grécia realmente se afunda é um mau sinal para todos e também para nós. Cairemos logo na segunda linha".

crise europa filósofo eduardo lourenço portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)