Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

El Corte Inglés tem três meses para igualar salário de homens e mulheres

O El Corte Inglés tem um prazo de três meses para introduzir medidas “corretivas” de forma a igualar os salários entre homens e mulheres, com efeitos já este ano.

5 de Junho de 2013 às 13:13

A decisão é da Audiência Nacional de Espanha e o incumprimento da medida prevê a imposição de multas por cada dia de atraso, num máximo de 300 euros diários.

O El Corte Inglés terá de cumprir a norma depois do tribunal considerar, no passado dia 17 de janeiro, que a empresa não estava a tomar medidas de correção das desigualdades salariais.

O novo prazo de três meses foi imposto depois dos sindicatos alertarem para a situação.

Fontes do El Corte Inglés, em Espanha, citadas pela agência EFE, assinalaram que a empresa, “que integra uma equipa maioritariamente feminina”, está “comprometida com os avanços em matéria de igualdade” e que o citado plano foi negociado e acordado “por unanimidade” com todos os sindicatos.

el corte inglés comércio salários sexo homens mulheres género remunerações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)