Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Emergência petrolífera

O Fundo Monetário Internacional (FMI) recomendou à Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) que duplique, no mínimo, a sua capacidade de produção de forma a proteger os mercados de futuras crises.
10 de Março de 2005 às 14:55
De acordo com a edição de hoje do jornal britânico “The Financial Times”, o FMI, num relatório que será conhecido na próxima semana, afirma que os 1,5 milhões de barris diários de petróleo são insuficientes e recomenda que a produção seja aumentada para três a cinco milhões de barris de crude, de forma a “proteger o mercado”.
A OPEP, que produz 40% do crude mundial, reúne-se na próxima quarta-feira na cidade iraniana de Isfahán para discutir a sua política de produção para o segundo trimestre do ano.
PREÇO DO CRUDE PODE SUBIR ATÉ AOS 70 DÓLARES
Os analistas prevêem quer o preço do crude continue a aumentar e que possa atingir os 70 dólares por barril no final do ano.
Desde o início do ano que os preços do petróleo têm observado uma escalada, sendo que em Londres a matéria-prima já valorizou 32,2%. Ontem o “brent”, que serve de referência às importações portuguesas, tocou num novo máximo histórico nos 54,3 dólares.
Já no dia de hoje a Galp Energia voltou a aumentar em dois cêntimos o preço do gasóleo, fixando-se agora nos 0,869 cêntimos, A gasolina sem chumbo de 95 octanas subiu um cêntimo na principal gasolineira nacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)