Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

“Empenhar para pagar”

Vítor Sarmento, Movimento de Empresários de Restauração sobre a vigília em frente à AR em protesto pelo IVA a 23%.
27 de Novembro de 2012 às 01:00
RESTAURAÇÃO, IVA, MOVIMENTO, TAXA, VIGÍLIA
RESTAURAÇÃO, IVA, MOVIMENTO, TAXA, VIGÍLIA

Correio da Manhã – Este tipo de iniciativas ainda pode mudar o rumo da votação do Orçamento do Estado para 2013?

Vítor Sarmento – De hoje para amanhã não, porque a decisão já está tomada. Mas com estas iniciativas continuamos a pressionar, porque é impensável isto manter-se.

– O grupo de trabalho criado para estudar o IVA na restauração é um reconhecimento de que o aumento foi errado?

– Depois da morte declarada do sector, o grupo de trabalho vai dizer que podia ter sido salvo. Vários colegas suicidaram-se nos últimos três meses e é dramático perceber que há vidas a serem destruídas por uma teimosia que não resolve o défice.

– Como vê o anunciado aumento de 106% na recuperação do IVA da restauração?

– Gostaríamos de saber a receita declarada do terceiro trimestre, a 15 de Novembro, e a cobrada. Porque uma coisa é os contabilistas informarem, e outra os empresários terem condições de pagar. Muitos colegas não pagaram e muitos empenham-se continuadamente para pagar.

– Concorda que se deve ao combate à fuga ao Fisco?

– É injusto e falso. Se havia quem fugia, esses não passaram a pagar. A maioria é cumpridora, e são esses que estão a sustentar esta subida.

RESTAURAÇÃO IVA MOVIMENTO TAXA VIGÍLIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)