Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Empresa burlada em 1,5 milhões

Uma empresa de Braga, filial de um grupo francês, foi alvo de uma burla de 1,5 milhões de euros, perpetrada por uma rede internacional, com sede em Israel.

30 de Maio de 2011 às 00:30
A empresa de Braga alvo de burla dedica-se, entre outras actividades, ao comércio de vestuário e calçado
A empresa de Braga alvo de burla dedica-se, entre outras actividades, ao comércio de vestuário e calçado FOTO: Jorge Paula

O assunto está, desde o dia 13, a ser investigado pela PJ de Braga, em colaboração com as autoridades francesas. A rede opera a partir da Lituânia e o dinheiro foi parar à filial de um banco suíço na China.

Ao que apurámos, um elemento da rede, munido de informações secretas do grupo, fez-se passar pelo presidente e, em contacto telefónico para a responsável da filial de Braga, ordenou a transferência de três tranches de 385 493 euros, com a promessa de que a verba seria reposta no prazo de quatro dias.

Findo o prazo, ordenou a transferência de mais uma tranche, o que a gerente recusou, referindo que precisava de ordens por escrito, uma vez que a verba anterior não tinha sido reposta. O burlão contactou a filial de Madrid e convenceu o gestor a enviar uma ordem de transferência para Braga, o que foi cumprido.

Como as verbas não eram repostas, a gestora de Braga comunicou o caso à direcção financeira do grupo, que confirmou o pior cenário. Contactado pelo CM, o advogado do grupo em Portugal, Cerqueira Alves, confirmou a burla, mas escusou-se a comentar o caso.

BURLA EMPRESA BRAGA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)