Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Empresa move 70 processos disciplinares

Uma empresa de conservas de Peniche, com uma centena de trabalhadores com salários em atraso, instaurou 70 processos disciplinares, a maioria dos quais com vista ao despedimento.
18 de Fevereiro de 2009 às 13:40

A denúncia foi feita esta quarta-feira pelo Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura, Alimentação, Bebidas e Tabaco, que adiantou que vai recorrer ao apoio judiciário para impugnar o processo.

A empresa, que ainda não pagou o salário de Janeiro, já avançou para o despedimento de cinco trabalhadores.

Dos 70 processos disciplinares, 20 já tiveram como primeira consequência a suspensão do pagamento de 10 dias de trabalho do mês de Fevereiro. Em causa esteve a ausência por quatro horas de 20 trabalhadores que foram ao funeral do marido de uma colega de trabalho.

Outros processos foram instaurados por faltas injustificadas durante o ano de 2008. Os trabalhadores prevêem iniciar uma greve de 26 de Fevereiro a 6 de Março.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)