Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Empresários querem avaliar o Allgarve

Manuel Pinho parece estar bem longe da cena dos ‘corninhos’. Pelo menos, tem feito por se afastar do mundo da política e da exposição mediática após o incidente na Assembleia da República, há cerca de um mês. Prova disso é a presença assídua do ex-ministro em alguns dos eventos do programa Allgarve, por ele lançado em 2007.
11 de Agosto de 2009 às 00:30
Retirado da política, Manuel Pinho, juntamente com a mulher, tem marcado presença em festas e concertos que animam a noite algarvia. Agora está “mais feliz”, garante.
Retirado da política, Manuel Pinho, juntamente com a mulher, tem marcado presença em festas e concertos que animam a noite algarvia. Agora está “mais feliz”, garante. FOTO: Sandra Sousa Santos

Numa altura em que surgem manifestações de descontentamento da parte de alguns hoteleiros face ao retorno do Allgarve para a região, Manuel Pinho não se inibe de fazer a sua avaliação. "Ainda falta fazer muitíssimo na região algarvia, seria um erro parar a meio", defende.

Segundo o ex-ministro, no último mês não viu jornais nem televisão e sentiu-se "feliz". Pensou em tirar umas férias na Florida mas ficou mesmo pelo Algarve, "devido ao mau tempo" nos Estados Unidos.

No Sul de Portugal, tem aproveitado para conhecer o melhor do programa de animação que criou, como os concertos de Joss Stone, Seal, e o espectáculo de Herman José com José Cid. Teve ainda tempo para desfrutar de alguns dos espaços nocturnos da moda como o Faces Beach Club, da estilista Fátima Lopes, em Vilamoura.

Ao CM, o ex-ministro disse que "há concertos únicos que estão a deixar marcas na região, e isso é muito importante".

Isto enquanto empresários da hotelaria como Elidérico Viegas, presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), criticam o investimento no turismo apenas na altura do Verão: "Não basta animar os que já cá estão, é preciso criar eventos-âncora noutras alturas do ano." (ver discurso directo)

Confrontada com o problema da sazonalidade, Susana Mota, coordenadora do Allgarve, justifica que "são os próprios hoteleiros que só querem fazer espectáculos durante os meses de Julho e Agosto, caso contrário não têm público". E, segundo a coordenadora, todos os eventos têm sido um sucesso. "Os concertos têm estado quase todos esgotados e nas exposições já tivemos mais de 28 mil visitantes", garantiu.

Susana Mota diz ser cedo para fazer balanços mas está confiante quanto ao impacto do programa na região: "Penso que está a correr muito bem e todos estão contentes com os resultados." E "mesmo quem tem menos dinheiro tem feito um esforço para participar".

O Allgarve arrancou em Abril, com o Rally de Portugal, e encerra no final de Outubro com o Super Bike World Championship.

VISITA OFICIAL APOIA PROGRAMA

O ministro das Finanças e da Economia, Teixeira dos Santos, também visitou, na semana passada, alguns dos eventos do Allgarve. "Apesar de ser um homem de Finanças, não deixo de apreciar a Arte", explicou o ministro, no Museu Municipal de Faro, enquanto visitava a exposição ‘Paisagens Oblíquas’.

Teixeira dos Santos reforçou a confiança no Allgarve e realçou o seu papel na região e no País. "É importante disponibilizar referências artísticas para atrair novos públicos e assim contribuir para a economia do Algarve e do País", explicou. "Além de atrair turismo, é importante cultivar a sensibilidade para a arte dos que já cá estão", concluiu.

RAÍZES DA REGIÃO ESQUECIDAS

"É lamentável. O programa Allgarve vai progredindo e as associações culturais e artistas da região estão a passar um mau bocado", desabafou ao CM Maria de Jesus Guerreiro Bispo, presidente da Fundação Pedro Ruivo, em Faro. "O Allgarve é importante, pois não tínhamos nada para oferecer aos que cá vinham, mas nós, que representamos a cultura e as raízes algarvias, não temos apoio de ninguém", lamenta ainda a presidente. Mesmo assim, Maria de Jesus Bispo valoriza este tipo de iniciativas e defende a sua importância. "O Algarve não é só sol e praia, portanto acho que o Allgarve deve ser algo a continuar", defendeu.

"NADA SEI SOBRE O RETORNO": Elidérico Viegas, Presidente da AHETA

Correio da Manhã – Em que medida tem o programa Allgarve contribuído para o turismo na região algarvia?

Elidérico Viegas – Ainda que existam alguns eventos bem organizados, a maioria está desadequada nos ‘timings’.

– Desadequados?...

– Continua a haver uma aposta forte no Verão, período em que já há, naturalmente, uma forte procura do Algarve, e esquece-se o problema da sazonalidade.

– O investimento no programa Allgarve tem compensado?

– Não sei nada sobre o retorno mas acho que o Allgarve carece de uma avaliação criteriosa quanto aos avultados investimentos, que estão mal direccionados.

MAIS DE NOVE MILHÕES DE EUROS EM 3 ANOS

Foi no dia 16 de Março de 2007 que o então ministro da Economia, Manuel Pinho, decidiu apresentar, em Lisboa, um programa de valorização da região algarvia. A agência de publicidade MyBrand chamou-lhe Allgarve, na tentativa de globalizar o destino turístico.

A inovação fez estalar grande polémica. Os autarcas algarvios dividiram-se entre o aplauso e a crítica ao ‘trocadilho’.

De então para cá o Governo já gastou mais de nove milhões de euros na realização de festas, exposições, concertos e provas desportivas, com o objectivo de ‘vender’ a região algarvia como destino turístico de eleição.

No primeiro ano, o programa contou com uma dotação de três milhões de euros, essencialmente vocacionada para a promoção de concertos e apoio a eventos desportivos. Em 2008, o orçamento foi reduzido para os dois milhões de euros, para duplicar neste ano.

E m 2008, a taxa de ocupação hoteleira no Algarve baixou, situação que deverá repetir-se neste ano (considerado um dos piores em termos de ocupação hoteleira dos últimos dez anos), em virtude da crise económica por que passam alguns dos principais mercados emissores de turistas para a região.

AS FESTAS DO ALLGARVE

MÚSICA

Ive Mendes - 13 Agosto, 22h00Dom Pedro Golf ResortVilamoura

Mariza e convidado -14 Agosto, 22h00Zona ribeirinha, Vila Real Sto. António

Roger Hodgson, a voz dos Supertramp -15 Agosto, 22h30Marina de Albufeira

ABBA GOLD18 Agosto, 22h00Vila Sol Algarve – A Renaissance Spa. E Golf Resort

ANIMAÇÃO

Salsa no Manta Beach -Até 27 de Agosto, 24h00Manta Rota, Vila Real de Santo António

Feira Medieval de Silves - Até 16 de AgostoCentro da cidade de Silves

Dias Medievais de Castro Marim -27 a 30 de AgostoCastro Marim

Noite Branca do Algarve29 de Agosto -Centro da cidade de Loulé

DANCE

On Board II - 11 de AgostoSaída da Marina de Vilamoura

Sunset – Nortada -12 de Agosto, 17h00 às 21h00Sagres

Parties – Nikki Beach e Faces Beach Club -14 de AgostoVilamoura

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)