Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Encurta os despedimentos

A Delphi da Guarda vai avançar com o despedimento colectivo de 300 trabalhadores até ao final do ano, em vez dos 500 que estavam previstos. Os restantes 200 ficam até ao final do 1º trimestre de 2010, na expectativa de uma recuperação do sector. "Mantém-se o despedimento dos 500 trabalhadores, mas será feito em duas tranches", disse ao CM Adelino Nunes, do Sindicato dos Metalúrgicos de Aveiro, Coimbra e Guarda, adiantando que "se o mercado automóvel recuperar, a empresa irá tentar captar novos projectos" que garantam os 200 postos de trabalho.
27 de Outubro de 2009 às 00:30
Os que tiverem maior absentismo serão despedidos
Os que tiverem maior absentismo serão despedidos FOTO: José Paiva

Da lista dos 300 despedidos farão parte funcionários em linhas cujos produtos estão em fim de vida, os que aceitem a saída voluntária e aqueles com maior absentismo. 'Se houver um casal a trabalhar na mesma linha, só um será incluído na lista de despedimentos.'

INDEMNIZAÇÃO: 2 MESES

A indemnização para os 300 operários é paga acima do valor mínimo definido na lei. Serão pagos 2 meses por cada ano de antiguidade.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)