Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Escassez duplica preço da laranja

Citrino alcançou durante o verão cerca do dobro do valor de anos anteriores, mas a produção na região algarvia registou uma quebra superior a 50%
5 de Outubro de 2013 às 10:14
Laranja da variedade D. João passou de cerca de 30 para 70 cêntimos por quilo
Laranja da variedade D. João passou de cerca de 30 para 70 cêntimos por quilo FOTO: Nuno Jesus

A quebra a pique da produção de laranja na campanha de verão fez disparar o preço para mais do dobro, no Algarve. A área ocupada por laranjeiras na região tem aumentado nos últimos anos, atingindo atualmente quase 12 mil hectares.

No ano passado, a laranja da variedade D. João, que é normalmente colhida de maio a setembro, foi vendida pelos agricultores entre os 30 ou 40 cêntimos/quilo, mas este ano chegou aos 70 ou 80 cêntimos. E quem ainda tem fruta desta variedade pode conseguir agora mais de 1 euro/quilo.

"Há muitos anos que não se alcançavam esses valores", afirma António Neves, presidente da Cooperativa Agrícola de Rega de Silves, adiantando que a valorização da fruta resulta de ter havido "uma grande quebra na produção, superior a 50%, devido às oscilações climatéricas verificadas no ano passado".

Mas este dirigente cooperativo realça que, a par da baixa produção, "os custos suportados pelos agricultores subiram muito", nomeadamente ao nível de energia e combustíveis.

Um relatório da Comissão de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca e das Alterações Climáticas, publicado em fevereiro deste ano, revela que os citricultores algarvios gastaram, no ano passado, mais 50% de energia e água do que num ano normal.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, em 2012 já tinha sido registada uma quebra de cerca de 10% na produção de laranja na região, que se ficou pelas 168 mil toneladas.

laranja agricultura preço algarve
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)