Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

“Está tudo em aberto”

Bettencourt Picanço, Presidente do STE, sobre as negociações com o Governo sobre a Administração Pública
14 de Maio de 2012 às 01:00
“Está tudo em aberto”
“Está tudo em aberto” FOTO: DR

Correio da Manhã – Voltam a reunir com o Executivo terça--feira, mas ainda não receberam as propostas a negociar. Menos de 48 horas para analisar o documento é suficiente?

Bettencourt Picanço – Não é claramente um prazo razoável, pelo que já pedimos uma nova reunião para podermos discutir as propostas que o Governo nos vai apresentar. O documento só nos vai chegar hoje de manhã.

– Acha que este prazo curto é fruto das circunstâncias ou propositado?

– O Governo alega que tem tido dificuldades para chegar a um novo projecto.

– Quais os pontos cruciais que serão discutidos na reunião de amanhã

– Vários, desde a mobilidade, a adaptabilidade, as indemnizações e a questão da cessação do contrato. Está ainda tudo em cima da mesa.

– Espera alterações nas propostas do Governo nestas matérias?

– São necessárias mudanças naquilo que o Governo quer. Sem essas alterações não há acordo.

– E acredita que essas mudanças estarão presentes no documento que receberá?

– Nós temos feito contrapropostas e discutido os temas para chegar a um consenso. A bola está do lado do Governo.

Ver comentários