Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Estacionar ou abastecer com a Via Verde: o serviço extra portagens vai ser pago à parte. Saiba tudo aqui

Utilizadores estão a ser transferidos automaticamente para a nova modalidade. 
7 de Dezembro de 2021 às 09:05
Via Verde
Via Verde FOTO: Direitos Reservados
A empresa do grupo Brisa vai separar o pagamento das portagens dos utilizadores da Via Verde dos restantes serviços a que têm direito. Esta medida entra em vigor a 5 de janeiro de 2022 e os utilizadores já estão a ser transferidos automaticamente para a nova modalidade. 

A informação avançada pelo Dinheiro Vivo, refere que o valor da mensalidade ou anuidade para alugar o equipamento da Via Verde será o atualmente em vigor.

Recorde-se que, atualmente, os utilizadores da Via Verde conseguem com o mesmo aparelho pagar as portagens sem parar nas autoestradas, abastecer o carro em postos de combustíveis específicos e pagar estacionamentos. 

Os utilizadores vão ter opção de ficar com a modalidade só portagens, o Via Verde Autoestrada, ou passar para o serviço com mais opções, o Via Verde Mobilidade. Este último vai permitir ter acesso a todos os serviços já existentes para além das portagens. Entre outras opções, a nova modalidade, vai permitir, segundo o Dinheiro Vivo, entrar e sair de parques de estacionamento cobertos ou na rua sem ter de usar a máquina, carregar veículos elétricos, pagar viagens de ferry entre Setúbal e Troia ou compras no McDonald's.
Via Verde Brisa economia negócios e finanças transportes transporte rodoviário questões sociais
Ver comentários