Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Estado fecha ano com défice de 10,3 mil milhões de euros impulsionado por efeitos da pandemia

Ministério tutelado por João Leão adianta que a degradação do saldo das contas públicas resulta do efeito conjugado de redução da receita e acréscimo da despesa.
Lusa 27 de Janeiro de 2021 às 16:54
João Leão
João Leão
As administrações públicas fecharam o ano de 2020 com um défice de 10.320 milhões de euros, um agravamento de 9.704 milhões de euros face a 2019, anunciou hoje o Ministério das Finanças.

"O défice das Administrações Públicas em contabilidade pública, no ano de 2020, situou-se nos 10.320 milhões de euros um agravamento de 9.704 milhões de euros face a 2019, explicado pela pandemia covid-19", afirma o Ministério das Finanças no comunicado que antecede a divulgação da Síntese de Execução Orçamental pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

O ministério tutelado por João Leão adianta que a degradação do saldo das contas públicas, em consequência da pandemia, resulta do efeito conjugado de redução da receita (-5,6%) e acréscimo da despesa (+5,3%).

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ministério das Finanças economia negócios e finanças macroeconomia
Ver comentários