Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Centeno garante Novo Banco a todo o custo

Ministro das Finanças justifica apoio ao banco com a estabilidade do sistema financeiro.
Diana Ramos 31 de Maio de 2018 às 01:30
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
Mário Centeno
O ministro das Finanças admitiu que todos os compromissos assumidos pelo Estado na venda do Novo Banco servem para evitar a liquidação do banco. Mário Centeno explicou também que a rede de segurança adicional – uma espécie de balão de oxigénio que é acionado se mais ninguém conseguir assumir as necessidades de capital – só será usada em último recurso.

"Para assegurar a estabilidade financeira em Portugal era necessário afastar, mesmo no pior cenário, a liquidação do Novo Banco, explicou Centeno no Parlamento, justificando o facto de, na venda, ter ficado salvaguardado que caberá ao Estado – caso tudo corra mal – injetar mais dinheiro no banco.

"Caso todo o capital seja consumido, caso os acionistas não emprestem dinheiro ao banco, caso no mercado não haja interessados, enquanto última instância o Estado nunca deixará, através do Fundo de Resolução, que o Novo Banco seja liquidado", disse o secretário de Estado Mourinho Félix, que acompanhou Centeno na audição.

No contrato de venda à Lone Star ficou definido que seria criado um mecanismo de capital contingente, uma espécie de linha de crédito no valor de 3890 milhões de euros e que serve as necessidades de capital quando os ativos problemáticos se deterioram. Este ano, esse mecanismo já foi acionado em 792 milhões de euros: 430 milhões financiados pelo Orçamento do Estado e o restante pelo Fundo de Resolução.

Além disso, também no contrato de venda foi definida a criação de uma rede de segurança, que será acionada caso o Novo Banco não assegure os rácios mínimos de capital impostos pelo BCE. E é essa rede suportada pelo Estado que, explicou Centeno, só será acionada no pior cenário.

Quanto à CGD, os governantes explicaram que já têm os resultados da auditoria externa e que os mesmos serão encaminhados para o Ministério Público.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)