Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Euribor interrompe descida a três meses

As Euribor continuam nesta terça-feira a cair nos principais prazos, mas a taxa a três meses interrompeu a tendência de queda ao subir 0,002 pontos para 0,198%, face a segunda-feira.
30 de Outubro de 2012 às 11:38
As taxas de juro interbancárias têm caído de forma consistente desde Dezembro de 2011
As taxas de juro interbancárias têm caído de forma consistente desde Dezembro de 2011 FOTO: Pedro Catarino / CM

A Euribor, a três meses, que serve em Portugal de indexante ao crédito às empresas, mantém-se contudo em valores próximos do mínimo histórico.

 

Por sua vez, a seis meses, a taxa que é utilizada no país como referência nos empréstimos à habitação, caiu 0,003 pontos percentuais para 0,391% em relação ao dia anterior, segundo a fixação diária da Federação Europeia de Bancos.

 

Já no prazo dos nove meses, a taxa interbancária deslizou 0,002 pontos para 0,510%, enquanto na maturidade dos 12 meses desceu 0,003 pontos para 0,621%, continuando a bater mínimos de sempre.

 

As taxas de juro interbancárias têm caído de forma consistente desde Dezembro de 2011, embora nesta terça-feira tenha havido uma ligeira interrupção a três meses. A evolução geral da tendência para a descida das taxas interbancárias ocorre numa altura em que a taxa de juro de referência do Banco Central Europeu (Refi) está nos 0,75%, igualmente em mínimos de históricos. 

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de bancos está disposto a emprestar dinheiro a outros no mercado

Euribor taxas três meses seis meses
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)