Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Euribor sobe nos prazos mais alargados

As taxas Euribor mantinham-se esta terça feira estáveis a três meses, nos 1,588%, mas estavam a subir nos restantes prazos, segundo o 'fixing' diário da Federação Europeia de Bancos.
25 de Outubro de 2011 às 11:13
A Euribor a seis meses, usada nos empréstimos à habitação, está nos 1,788%
A Euribor a seis meses, usada nos empréstimos à habitação, está nos 1,788% FOTO: Natália Ferraz/ Arquivo CM

A três meses, a taxa que serve de principal indexante para os empréstimos às empresas, mantinha-se estável em 1,588%, enquanto a seis meses se fixava em 1,788%.

A taxa Euribor a seis meses avançava hoje 0,003 pontos percentuais, face a terça-feira, sendo utilizada em Portugal como o principal indexante no crédito à habitação.

Por sua vez, no prazo dos nove meses a taxa subiu também 0,003 pontos percentuais para 1,958%, o mesmo se passando a 12 meses em que a taxa avançou igualmente 0,003 pontos percentuais para 2,12%.

A taxa de juro directora do Banco Central Europeu (BCE) mantém-se, desde Julho deste ano, em 1,5%.

Os analistas, citados pela Bloomberg, reafirmam que os bancos estão "muito atentos e prudentes" em emprestar dinheiro entre si, pois "desconfiam das garantias (colaterais) associadas a este tipo de operações", estando a aguardar pelos resultados da Cimeira Europeia, que decorre na quarta-feira, em Bruxelas, uma vez que a proposta de solução para a crise da Grécia "é vital para a existência de um sistema financeiro europeu forte".

 

Juros Euribor Crédito Empréstimos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)