Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Euro/crise: Barroso apela a maior união na UE

Presidente da Comissão Europeia defendeu esta terça-feira, em Estrasburgo, a necessidade de uma maior união orçamental e política para reforçar a estabilidade financeira na União Europeia
3 de Julho de 2012 às 10:06
Durão Barroso quer união e visão a longo prazo para projecto europeu
Durão Barroso quer união e visão a longo prazo para projecto europeu FOTO: D.R.

José Manuel Durão Barroso, que hoje debateu com os eurodeputados os resultados do último Conselho Europeu, sublinhou que é preciso "avançar com uma união orçamental e política" para melhorar a estabilidade financeira.

"Estamos preparados para enfrentar os desafios do futuro", disse ainda Durão Barroso, que defendeu também a definição de uma "visão de longo prazo para a Europa".

Sobre a cimeira da zona euro e o Conselho Europeu, de quinta e sexta-feira passadas, "dominadas por um sentido de urgência", o presidente da Comissão Europeia considerou que "pela primeira vez, foram abordados todos os elementos de uma resposta completa" à crise.

Os líderes europeus chegaram, na sexta-feira, a acordo sobre medidas de curto prazo para a estabilização dos mercados financeiros, nomeadamente a recapitalização directa dos bancos.

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia deram ainda luz verde a um plano de medidas para o crescimento de 120 mil milhões de euros.

Sessenta mil milhões serão mobilizados através da alavancagem possível com o aumento do capital do Banco Europeu de Investimento, 55 mil milhões através da realocação de fundos não utilizados e os restantes 5 mil milhões através do projecto-piloto de "project bonds" (obrigações de projetos).

barroso crise europa união
Ver comentários