Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Existem mais passageiros no metro mas menos lugares

Lisboa transportou 43,6 milhões de pessoas no Metro. No Porto foram outros 17 milhões.
Wilson Ledo 7 de Dezembro de 2019 às 01:30
Metro de Lisboa é o que transporta mais passageiros no país
Metro do Porto
Passes mais baratos ajudam a explicar os aumentos
Lisboa registou mais passageiros
Metro de Lisboa é o que transporta mais passageiros no país
Metro do Porto
Passes mais baratos ajudam a explicar os aumentos
Lisboa registou mais passageiros
Metro de Lisboa é o que transporta mais passageiros no país
Metro do Porto
Passes mais baratos ajudam a explicar os aumentos
Lisboa registou mais passageiros
Os portugueses viajaram mais de metro entre julho e setembro, mas a oferta dos serviços não avançou ao mesmo ritmo. Foram transportados 64,6 milhões de passageiros, um aumento homólogo de 12% que reflete a descida do preço dos passes nas duas áreas metropolitanas.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) permitem perceber que, neste transporte, "a oferta de lugares por quilómetro aumentou 2,5% no terceiro trimestre de 2019", um ritmo inferior à subida da procura. O Metro de Lisboa foi o que transportou mais passageiros: 43,6 milhões entre julho e setembro, mais 8,2%. No Metro do Porto o aumento da procura foi mais acentuada, de 17,5%, para 17 milhões de passageiros.

Mas foi no Metro Sul do Tejo que a adesão mais subiu no espaço de um ano: 38,4%, num total de 3,9 milhões de pessoas.
O INE destaca que o "novo sistema de passes" se refletiu também na procura dos comboios suburbanos. A variação foi de 32,2%, para 42,6 milhões de passageiros no terceiro tremeste. Aqui, tem havido queixas devido às supressões e à falta de espaço nas composições.

A subida da procura sente-se ainda no transporte fluvial. Dos 7,1 milhões de passageiros transportados, 4,9 milhões fizeram-no no Tejo, também englobado pelos novos passes. Aí, a procura cresceu 12,1%.

Quase 19 milhões aterraram em Portugal
Foram 18,8 milhões os passageiros a aterrar nos aeroportos portugueses entre julho e setembro. Segundo os últimos dados do INE, o valor representa uma subida de 6,6% em termos homólogos.

Praticamente oito em cada 10 passageiros eram de nacionalidade estrangeira, mostram os dados. Lisboa foi responsável por quase metade deste total, com 9,2 milhões. Já o Porto teve o maior crescimento, de 11,4%, para 3,9 milhões de passageiros.

Passe família chega ao Porto em janeiro
O passe família deverá arrancar no Porto já em janeiro. O cenário foi traçado esta sexta-feira pelo presidente da Área Metropolitana do Porto, Eduardo Vítor Rodrigues. Já em Lisboa, os passes familiares arrancaram em julho passado.

SAIBA MAIS
68 856 aviões aterraram nos aeroportos nacionais entre julho e setembro, o período de maior procura turística: mais 6081 do que o registado entre abril e junho.

Mercadorias em queda
À exceção do transporte aéreo, reduziram-se os movimentos de mercadorias no País durante o terceiro trimestre. Nos portos, a quebra foi de quase 13%.
Sul do Tejo Lisboa INE Metro Porto economia negócios e finanças transportes transporte ferroviário
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)