Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

FÁBRICA DE BETERRABA AMEAÇADA DE FECHO

A fábrica de transformação de beterraba sacarina, em Coruche, corre sérios riscos de ser encerrada, caso a Comissão Europeia não introduza alterações significativas na proposta de reforma da Organização Comum de Mercado (OCM) apresentada, em final de mandato, pelo comissário europeu para a Agricultura.
1 de Agosto de 2004 às 00:00
Muitos produtores poderão abandonar a produção de beterraba
Muitos produtores poderão abandonar a produção de beterraba FOTO: Arquivo CM
Com a proposta apresentada por Franz Fischler, Portugal, que tem actualmente uma quota anual de açúcar de beterraba de cerca de 70 mil toneladas, ficava, a partir do quarto ano da sua entrada em vigor, com autorização para produzir por ano apenas cerca de 58500 toneladas, uma quebra de 16 por cento que inviabilizava a manutenção da fábrica da DAI, em Coruche.
Para que as condições da fábrica sejam totalmente exploradas, os seus responsáveis já afirmaram há muito tempo que era necessário que a Comissão Europeia aumentasse a quota de Portugal para 100 mil toneladas. Foi essa reivindicação que o ex-ministro da Agricultura, Sevinate Pinto, apresentou em Bruxelas, durante as negociações para a reforma da OCM do Açúcar.
Quando se admitia que a Comissão Europeia poderia aceitar estar reivindicação portuguesa, até porque financiou a construção da fábrica, um projecto cujo investimento ascendeu a 100 milhões de euros, Franz Fischler avançou com uma proposta justamente contrária.
Pedro Alarcão, secretário-geral da Associação Nacional dos produtores de Beterraba (ANPROBE), não podia ser mais claro sobre este cenário: “A fábrica não pode funcionar com uma quantidade de 59 mil toneladas”. Os responsáveis da DAI têm a mesma análise, com José Cabrita a frisar que encara a proposta com “apreensão, tendo consciência que uma coisa são as propostas da Comissão, outra é o resultado final”.
Para já, a maioria dos 25 Estados-membros chumbou a proposta apresentada pelo comissário europeu para a Agricultura, cujo mandato termina em Outubro.
BREVES
REDUÇÃO DO PREÇO
A reforma da OCM do Açúcar deverá passar por uma redução dos preços pagos à produção. Essa é a convicção de produtores e industriais, que pedem, por isso, subsídios ligados à produção para compensar a diminuição do preço.
ÁREA CULTIVADA
A beterraba sacarina cobre 1,8 milhões de hectares na União Europeia (UE), o que corresponde a 1,4 por cento da superfície agrícola útil, representando 1,6 a 1,8 por cento da sua produção agrícola total. Existem mais de 230 mil explorações. Com os novos dez Estados-membros, a superfície cultivada aumenta 30 por cento.
PRODUÇÃO
A produção de açúcar na UE oscila entre 15 e 18 milhões de toneladas em equivalente de açúcar refinado. Com os novos Estados-membros, a produção de açúcar aumentará 15 por cento. Alemanha e França produzem mais de metade do açúcar da UE. Seguem-se o Reino Unido e a Itália, com oito por cento cada.
PESO MUNDIAL
A UE tem um papel essencial no mercado mundial do açúcar. Os 15 Estados-membros representam 13 por cento da produção mundial, 12 por cento do consumo, 15 por cento das exportações e 5 por cento das importações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)