Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Fabricantes de automóveis recusam corte de emissões de CO2

A Associação de Fabricantes Automóveis Europeus rejeitou este domingo a introdução de legislação para reduzir o nível de emissões de dióxido de carbono (CO2) dos veículos novos, defendida pela Comissão Europeia. A associação quer aplicar o seu próprio plano de redução.
5 de Novembro de 2006 às 18:18
Em comunicado hoje divulgado, a associação diz "reconhecer que a diminuição das emissões de CO2 abrandou recentemente", mas atribui o facto de os consumidores ignorarem os veículos menos poluentes.
Na sexta-feira, a Comissão Europeia ameaçou avançar com medidas legislativas se os construtores não realizarem o compromisso de diminuir as emissões dos veículos.
Em 2004, as viaturas vendidas na Europa emitiam, em média 161 gramas de dióxido carbono por quilómetro, valor que deverá baixar para 140 gramas até 2008 e 120 gramas até 2012, de acordo com o compromisso assumido pelos construtores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)