Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Fábricas de sapatos encerram

Segundo as últimas contas do Sindicato do Calçado de Aveiro e Coimbra, mais de 200 operários perderam os postos de trabalho em empresas do Norte do distrito de Aveiro, só desde o início de Fevereiro.
28 de Março de 2005 às 00:00
O caso mais recente é o da Cross, uma empresa de S. João da Madeira, que no final da semana colocou mais 60 trabalhadores no desemprego, sem parte do salário de Março e sem qualquer indemnização.
Segundo fonte sindical, “trata-se de uma empresa que há alguns meses vinha apresentando dificuldades em pagar aos fornecedores e às instituições de crédito. De tal forma, que alguns dos credores já pediram a penhora de bens em tribunal”.
A esta situação vem juntar-se o anúncio da multinacional alemã Rohde, de Santa Maria da Feira, que depois de alguns ‘lay-off’, quer encerrar uma linha de costura, afirmando estar disponível para renunciar os contratos de trabalho, por mútuo acordo, com 130 trabalhadores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)