Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

FALSA MENSAGEM OFERECE 150 SMS

É falsa a mensagem que está a circular entre os clientes da TMN e da Vodafone a oferecer 150 SMS. Trata-se de “uma brincadeira de mau gosto”, garantem as duas operadoras até agora visadas.
9 de Agosto de 2004 às 00:00
As mensagens, que por chegarem de pessoas amigas são tidas como verdadeiras, garantem a oferta de 150 SMS, bastando para isso que o cliente a reenvie a cinco amigos. Mas é apenas uma forma de gastar dinheiro, sem qualquer recompensa. Nestes casos, os clientes deverão sempre privilegiar a informação das próprias operadoras de telecomunicações, telefonando para os números de apoio aos clientes.
As primeiras mensagens começaram a circular no início do mês de Agosto na rede Vodafone, mas rapidamente se espalharam pelos clientes da TMN. De acordo com fonte oficial da Optimus, a operadora não tem registo de qualquer queixa.
Para já os responsáveis pelas operadoras não vislumbram qualquer tipo de burla, uma vez que a multiplicação de mensagens nestes termos apenas aumenta a facturação das próprias operadoras.
Diferente, embora utilizando o mesmo suporte (os telemóveis), foi a burla denunciada pelo Correio da Manhã em Dezembro de 2003, quando um SMS prometia “um bónus de 500 euros” para quem ligasse o 00236727120.
Tal como foi noticiado oportunamente, esse número era da República Centro Africana e a chamada tinha a duração mínima de sete minutos, pela qual os clientes pagavam, no mínimo, dez euros. O negócio consistia em ganhar dinheiro em chamadas, a partir do tráfego gerado, o que, envolvendo um número internacional, fazia com que uma parte do custo da chamada fosse parar ao bolso dos burlões. São utilizados normalmente países com tarifários elevados, de modo a poderem ter uma maior margem de rentabilidade.
A Portugal Telecom bloqueou o número, que esteve menos de uma semana em funcionamento, não tendo rendido mais do que mil euros (200 contos).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)