Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Fernando Medina propõe limitar passes a 40 euros por mês

Poupança para muitos utentes pode ultrapassar os 100 euros.
Beatriz Ferreira 2 de Setembro de 2018 às 09:24
Autocarro
Fernando Medina
Fernando Medina
Fernando Medina
Autocarro
Fernando Medina
Fernando Medina
Fernando Medina
Autocarro
Fernando Medina
Fernando Medina
Fernando Medina
O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, quer que o custo dos passes na capital não ultrapasse os 40 euros mensais. Há quem possa vir a poupar mais de 100 euros por mês com a medida.

Em entrevista ao ‘Expresso’, o socialista propõe um tecto máximo de 30 euros por mês para os passes dentro da cidade de Lisboa e de 40 euros para toda a área metropolitana.

Feitas as contas, para os munícipes da capital a redução será de seis euros (um passe válido para Carris e Metro custa atualmente 36 euros). No caso dos utentes que vivem fora de Lisboa, mas têm se deslocar à capital todos os dias, a poupança seria de quase 120 euros: quem tem passe combinado Fertagus/Carris/Metro de Lisboa e parta de Setúbal gasta agora 159 euros. Para os que viajam entre Cascais e Lisboa e pagam 80 euros, o custo cairia para metade.

A proposta já foi entregue ao Governo para o próximo orçamento do Estado. Custa 65 milhões de euros por ano.
Ver comentários