Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Ferreira Leite avisa que austeridade não se vai ficar por 2013

A ex-líder do PSD e agora deputada, Manuela Ferreira Leite afirmou que a austeridade não se vai ficar por 2013 e que é preciso garantir aos portugueses que os sacrifícios não vão ser “desperdiçados”.
3 de Novembro de 2010 às 12:40
Manuela Ferreira Leite diz que "quem manda é quem paga"
Manuela Ferreira Leite diz que 'quem manda é quem paga' FOTO: d.r.

Ferreira Leite que falava esta quarta-feira, no Parlamento, durante o segundo dia de debate sobre o Orçamento de Estado para 20011, exigiu uma "escrupulosa execução orçamental" a partir de agora, para que os "sacrifícios" exigidos aos portugueses não sejam "desperdiçados".

"Não vale a pena desgastarmo-nos em relação ao poder dos mercados. Quem manda é quem paga. Se queremos ser economicamente independentes, temos de nos manter dentro dos limites. Não mandamos nada e temos de pagar a factura nos termos que nos exigem", sublinhou.

OrçamentoFinançasManuela Ferreira LeiteParlamentoausteridade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)