Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

FRASQUILHO DISTRIBUI LOUVORES E PROMOÇÕES

O ex-secretário de Estado do Tesouro, Miguel Frasquilho, deixou o Governo, mas não se esqueceu de distribuir agradecimentos públicos a todos os funcionários do Ministério que com ele mais directamente trabalharam.
26 de Abril de 2003 às 00:00
Foram 27 louvores, democraticamente distribuídos desde o chefe de gabinete aos motoristas.
Embora o louvor não tenha nenhuma repercussão ao nível dos ordenados auferidos, o acto de Frasquilho não passou despercebido no organismo tutelado por Manuela Ferreira Leite.
Para além dos louvores, o ex-secretário de Estado do Tesouro decidiu promover quatro funcionários da carreira técnica a chefes de divisão. Uma promoção assinada no mesmo dia em que Frasquilho era afastado do Governo. Neste caso, e como se trata de passagem de uma carreira técnica para uma carreira dirigente, existem melhorias substanciais em termos salariais. “A promoção de um técnico superior de 1.ª classe para a categoria de chefe de divisão, implica um aumento de salário da ordem dos 500 euros por mês”, afirmou ao Correio da Manhã uma fonte sindical ligada à Administração Pública. A mesma fonte adiantou que, “as nomeações em regime de substituição são muitas vezes utilizadas para contornar a necessidade de abertura de concursos para a Função Pública”.
Segundo apurou o CM junto de uma fonte próxima de Miguel Frasquilho, as nomeações “são da responsabilidade da Direcção-Geral do Património. O ex-secretário de Estado não conhece as pessoas e apenas assinou a promoção, em regime de substituição, porque o processo já se encontrava a correr os seus trâmites. Estamos a falar de noemações provisórias que têm de ser confirmadas pelo actual secretário de Estado do Tesouro”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)