Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Fundos de mercados emergentes

Diogo Cunha, administrador do BIG – Banco de Investimento Global, falou ao 'CM' sobre fundos de investimento.
15 de Janeiro de 2006 às 00:00
Fundos de mercados emergentes
Fundos de mercados emergentes FOTO: Pedro Catarino
Correio da Manhã – Quais os objectivos das sessões de esclarecimento sobre fundos de investimento que o BIG faz de amanhã até 31 deste mês?
Diogo Cunha – Dar sequência ao primeiro ‘roadshow’ que fizemos em Outubro e Novembro de 2005 sobre futuros, mas, agora, sobre um tema que tem um interesse mais abrangente, assim como fazer chegar a nossa experiência e conhecimento a um número de pessoas cada vez maior.
– Quais as vantagens de aplicar dinheiro em fundos de investimento mobiliário?
– Simplicidade e capacidade de beneficiar, sem ter de perder tempo no dia-a-dia, dos melhores em cada área, sejam acções, obrigações, em Portugal, Europa, Estados Unidos da América ou Ásia.
– Que comissões são cobradas à entrada e à saída?
– Não há quaisquer comissões de subscrição ou resgate, o que reforça a transparência e mobilidade. O serviço de aconselhamento é gratuito para carteiras superiores a 50 mil euros, e cem euros por ano para as inferiores.
– Quantos fundos de investimento comercializa o BIG?
– Mais de 150, todos seleccionados entre as melhores gestoras de fundos mundiais.
– O investidor não tem dificuldade em escolher?
– Não, porque nós, no BIG, disponibilizamos ferramentas de pesquisa que facilitam a escolha por perfil de investidor ou investimento, além do serviço de aconselhamento, que sugere escolhas e mudanças de acordo com as condições do mercado.
– Para o corrente ano, quais os fundos de investimento que prevê com as maiores rendibilidades?
– Julgo que os fundos de mercados emergentes e energia são aqueles que podem atingir melhores rendibilidades, mas é preciso alertar que são também aqueles que apresentam níveis de risco, eventualmente, superiores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)