Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

FUNDOS FORA DAS ÁREAS RÚSTICAS

A nova legislação de fundos de investimento imobiliário, que entra em vigor em Junho próximo, interdita a estes instrumentos financeiros a compra de prédios e terrenos rústicos.
2 de Abril de 2003 às 00:00
A revelação foi feita ontem por Pedro Gaivão, membro da direcção da APFIN – Associação Portuguesa das Sociedades Gestoras de Patrimónios e de Fundos de Investimento e presidente do conselho de administração do Santander Imovest. O perito, que introduziu os fundos de investimento imobiliário em Portugal há 16 anos, lembrou que tal proibição é uma “incongruência legal”, visto que “o grande negócio está na compra de terrenos e prédios rústicos para a promoção imobiliária.” Aqui, incluem-se campos de golfe. Aos fundos mencionados também está vedada a participação no capital social das sociedades imobiliárias.
No entanto, Pedro Gaivão considera a nova lei “melhor, mais liberal”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)