Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

“Ganância foi uma causa para a crise”

A ganância do lucro a curto prazo sem pensar na sustentabilidade das empresas é uma das principais causas para a actual crise financeira, de acordo com Nuno Fernandes Thomas, dirigente da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE).
17 de Novembro de 2008 às 00:30
A ACEGE defende a aplicação de valores de ética nas empresas
A ACEGE defende a aplicação de valores de ética nas empresas FOTO: Brendan Mcdermid/ Reuters

'Não temos dúvida de que se tivessem sido usados valores de ética e de responsabilidade social não haveria crise', declarou Fernandes Thomas ao Correio da Manhã ao explicar os esforços da ACEGE para sensibilizar os empresários nacionais para a importância da ética.

Para este responsável, 'desta crise de efeitos gravíssimos sairá a evidência de que a ganância deve ser condenada'.

'É lamentável que as empresas ameacem cessar contratos de trabalho por causa do aumento do salário mínimo nacional', adiantou FernandesThomas, salientando que apesar disso é necessário que sejam criadas condições para que as empresas possam crescer.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)