Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Gasóleo a quase 1 euro

Apesar de o preço do petróleo ter descido nos dois últimos dias, os combustíveis voltaram a aumentar em Portugal, com o preço do litro do gasóleo à beira de custar um euro e as gasolinas a subirem cerca de 1,2 cêntimos.
19 de Agosto de 2005 às 00:00
Em Janeiro de 2004, a gasolina custava 95 cêntimos e o gasóleo 70
Em Janeiro de 2004, a gasolina custava 95 cêntimos e o gasóleo 70 FOTO: Paulo Santos Pereira
O litro do gasóleo, vendido a 99 cêntimos, já custa mais do que custava um litro de gasolina, há ano e meio (95 cêntimos). Nessa altura, o preço do gasóleo era de 70 cêntimos.
A maior gasolineira portuguesa, a Galp, subiu ontem em cerca de dois cêntimos o preço do litro do gasóleo, para 99,8 cêntimos e as gasolinas subiram cerca de 1,2 cêntimos. O preço que a Galp recomenda aos revendedores é de 1,237 euros por litro na gasolina sem chumbo 95 octanas e de 1,302 euros na 98.
As gasolineiras concorrentes, a BP e a Repsol, também actualizaram o preço dos combustíveis às zero horas de hoje, aumentando o gasóleo em cerca de dois cêntimos e as gasolinas em 1,2 cêntimos, tal como a líder de mercado.
As companhias alegam que as novas subidas estão relacionadas com o aumento do preço do produto, mas nos dois últimos dias isso não se verificou.
O preço do petróleo já subiu 130 por cento desde Janeiro de 2004. Segundo dados da Agência Internacional de Energia, há 15 anos o barril de brent custava a Portugal 18 dólares. Ontem, a meio da sessão, o barril de brent (Londres) estava em queda, a 61,8 dólares e, em Nova Iorque, a 62,88 dólares.
RECORDE EM ESPANHA
O aumento do custo do petróleo não se faz sentir apenas em Portugal. Os preços dos combustíveis no outro lado da fronteira também estão a bater máximos históricos, embora continuem mais baratos dos praticados do lado de cá.
Em média, o litro do gasóleo comprado em Espanha custa 94,3 cêntimos, contra os 80 céntimos que custava no início do ano.
O litro de gasolina sem chumbo 95 octanas vende-se hoje, em Espanha, a um preço médio de 1,025 euros, ou seja, mais cara 18,4 cêntimos do que em Janeiro de 2005.
Já a gasolina sem chumbo 98 octanas custa hoje 1,14 euros no país vizinho, quando no início do ano custava 92,9 cêntimos.
Mesmo com os combustíveis a baterem recordes em Espanha, os preços continuam abaixo dos praticados em Portugal, o que leva a que muitos portugueses continuem a preferir passar a fronteira para encher o depósito do seu automóvel nas bombas de abastecimento do outro país ibérico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)