Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

General Motors devolve dinheiro ao Estado

A General Motors devolveu ao Estado português 18 milhões de euros, referentes ao total de incentivos recebidos e respectivos juros, após ter encerrado a fábrica na Azambuja, confirmou o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) esta quarta-feira.
18 de Março de 2009 às 11:06
Basílio Horta
Basílio Horta FOTO: d.r.

Basílio Horta explicou que o Estado pediu inicialmente 132 milhões de euros à empresa, quantia que foi reduzida para 92 milhões de euros, em que incluía um montante respeitante a perdas e danos, principalmente de imagem, o que o tribunal não aceitou, apesar de considerar ter havido má fé.

Segundo o presidente da AICEP, esta redução está relacionada com a devolução de IVA que “concluímos depois que não devíamos pedir”. “Foi a primeira vez que uma empresa estrangeira foi condenada por não ter cumprido um contrato com o Estado”, salientou Basílio Horta.

Recorde-se que a General Motors recebeu incentivos do Estado português para instalar uma fábrica da Opel na Azambuja, mas em Dezembro de 2006 resolveu encerrar esta unidade alegando elevados custos logísticos, deixando no desemprego cerca de 1.100 trabalhadores.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)