Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Gondomar quer estatuto de capital da ourivesaria

Gondomar pretende tornar-se a capital da ourivesaria em Portugal e um pólo mundial de destaque nesta área de negócios. Esta é a vontade do presidente da Câmara, Valentim Loureiro, da AIORN (Associação da Indústria da Ourivesaria e Relojoaria do Norte) e dos industriais da zona.
26 de Março de 2005 às 00:00
Com uma forte tradição no fabrico de produtos de ourivesaria, Gondomar concentra 50 por cento das indústrias de ourivesarias portuguesas, com 400 unidades produtivas que se traduzem em 1900 postos de trabalho. A criação do Parque de Negócios da Ourivesaria de Gondomar prevê um investimento de trinta milhões de euros. O presidente da autarquia já fez saber que “o projecto só se realizará se o Governo e a comunidade europeia comparticiparem com 50 por cento da verba necessária, a fundo perdido”. Numa fase inicial, a Câmara vai disponibilizar cerca de 25 mil euros para “as primeiras necessidades”.
Para promover e gerir a construção do Parque de Negócios foi criada uma nova entidade que tem como associados a Câmara de Gondomar, a AIORN e quarenta industriais da zona.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)