Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Governo avança com portagens todas as Scut até final do mês

O ministro da Economia anunciou esta sexta-feira que o Governo vai avançar, até ao final do mês, com portagens em todas as Scut aprovadas pelo anterior Governo.
7 de Outubro de 2011 às 17:41
Ministro anunciou igualmente a renegociação dos contratos de introdução de portagens em todas as Scut e o cancelamento e suspensão de vários troços
Ministro anunciou igualmente a renegociação dos contratos de introdução de portagens em todas as Scut e o cancelamento e suspensão de vários troços FOTO: João Pedro Ribeiro

"Mesmo assim o endividamento após a introdução das portagens em 2030 será de 21 mil milhões de euros. É insustentável", afirmou Álvaro Santos Pereira, que falava na Comissão Parlamentar da Economia e Obras Públicas.

O governante anunciou igualmente a renegociação dos contratos de introdução de portagens em todas as Scut (autoestradas sem custos para o utilizador) e o cancelamento e suspensão de vários troços.

A implementação de uma rede de combustíveis low cost, e a fusão da Carris com a Metro de Lisboa, da Metro do Porto com a Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) e da Transtejo com a Soflusa foram outras das medidas anunciadas e que fazem parte do Plano Estratégico de Transportes do Governo.

O ministro disse ainda que os investimentos só avançaram para contribuirem para a competetividade e anunciou que vai avançar com uma venda de activos das empresas públicas de transportes.

Sobre o novo aeroporto de Lisboa, Álvaro Santos Pereira disse que o Governo vai rever "os pressupostos que estiveram na base da decisão da construção" da infraestrutura e defendeu a criação de condições para rentabilizar os investimentos feitos no aeroporto da Portela.

scut portagens ministro da economia álvaro santos pereira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)