Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Governo não fala com sindicatos

O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) lamentou este domingo que o ministro das Finanças tenha falado sobre a mobilidade dos funcionários públicos numa conferência com empresários e economistas, em vez de falar com os representantes dos trabalhadores. Já a Frente Sindical da Administração Pública (FESAP) acusa o Governo de fazer "afirmações avulsas" sem anunciar medidas concretas.
28 de Maio de 2006 às 13:51
"Diz bem o que é este Governo o facto de o ministro das Finanças e da Administração Pública ter ido a uma conferência de economistas e empresários falar sobre a Administração Pública, dois dias depois de ter recusado ir a um congresso com os trabalhadores do sector", afirmou o presidente do STE, Bettencourt Picanço.
Bettencourt Picanço referia-se ao II Congresso dos Quadros da Administração Pública, intitulado Serviços Públicos - Reformar para Melhorar, que decorreu quinta e sexta-feira, em Lisboa, e que acabou por não contar com a presença do ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, na abertura.
"O primeiro-ministro e o ministro das Finanças e da Administração Pública vão fazendo afirmações avulsas, sem anunciar nada de concreto", disse o secretário coordenador da FESAP, Jorge Nobre dos Santos.
O Governo convocou os sindicatos da Função Pública para uma reunião na próxima sexta-feira para discutir a mobilidade dos funcionários públicos e que afectará 560 mil trabalhadores da Administração Central.
Ver comentários